Faça Parte Da Lista VIP Junto Com 20.820 Profissionais

Receba um eBook com Protocolos de Terapêutica Medicamentosa

Espaço Biológico

Espaço biológico é o espaço virtual existente na vertente interna do periodonto de proteção, compreendido entre o pico gengival e a crista óssea alveolar. É preenchido pelos tecidos moles que compõem as distâncias biológicas, pelo epitélio sulcular, pelo epitélio juncional e pela inserção conjuntiva. Tem um comprimento mínimo necessário no sentido axial de aproximadamente 3 milímetros que permite o arranjo biológico da área. A existência do espaço biológico é condição fundamental para a existência das distâncias biológicas (Lanza et al., 2003).

 

espaço biológico

 

Distância Biológica

Histologicamente, Gargiulo et al. (1961) descreveram as estruturas anatômicas que fazem parte da chamada distância biológica por meio de estudo e observação em espécimes de cadáveres, em um total de trinta mandíbulas e duzentos e oitenta e sete dentes. Concluíram que distância biológica é uma zona de tecidos que constituem as estruturas acima da crista óssea terminando com a margem gengival livre. A variação de sua dimensão se dá devido à variação na largura das fibras supra-alveolares do conjuntivo. Os componentes do tecido conjuntivo parecem permanecer constantes durante o estágio de erupção passiva. Os autores encontraram a média da inserção epitelial de 0,97 milímetros com flutuações de 0,71 a 1,35 milímetros. A inserção conjuntiva teve média de 1,07 milímetros com variações de 1,06 a 1,08 milímetros. Assim, eles promulgaram uma regra de ouro a respeito da distância biológica: os tecidos acima da crista alveolar devem preencher um espaço composto por fibras gengivais, tecido conjuntivo e epitélio juncional que medem aproximadamente 2,04 milímetros, considerando que esse valor é aplicável à maioria dos casos clínicos.


Cuidado Durante Os Procedimentos Restauradores

Essa distância deve ser respeitada durante os procedimentos restauradores para que não haja dano aos tecidos periodontais. Se o preparo cavitário ou protético invadir essa área, ocorrerá uma resposta inflamatória que poderá resultar na formação de uma bolsa periodontal com reabsorção óssea e/ou hiperplasia gengival em pacientes com periodonto plano e espesso, ou recessão gengival em pacientes com periodonto fino e festonado. (Baker e Seymour, 1976; Maynard e Wilson, 1979; Wilson e Maynard, 1981; Nevins, 1982; Palomo e Kopczyk, 1978; Sivers e Johnson, 1985; Wagenberg et al., 1989; De Waal e Castellucci, 1993).

Indubitavelmente, quanto mais supragengival estiver a margem restauradora, menor será a probabilidade de uma inflamação marginal iatrogênica. Obviamente, uma restauração supragengival pode receber um melhor acabamento e ser mais bem avaliada quanto a cáries recorrentes ou deterioração marginal da restauração em consultas periódicas para controle e manutenção.

Se a margem da restauração tiver que se estender abaixo da margem gengival, é fundamental que se observe os seguintes fatores:

  1. perfil de emergência adequado;
  2. selamento marginal com excelente adaptação e acabamento da restauração;
  3. presença de uma faixa de gengiva inserida adequada;
  4. a margem da restauração não deve violar a distância biológica, ou seja, não deve haver invasão e ruptura do epitélio juncional e inserção conjuntiva.

Se estes critérios forem seguidos, o impacto da margem restauradora subgengival será significativamente reduzido.


Se gostou, tem dúvidas, críticas ou sugestões, deixe o seu comentário abaixo! A sua opinião é muito importante para mim.

Não deixe de se cadastrar no blog e assinar o canal do YouTube. Em breve várias outras aulas e material para você aperfeiçoar sua prática clínica.

Sorria! Sucesso!

Forte abraço!

Welington


Welington
Welington

Dentista. Professor. Militar. Coach. Empreendedor. Entusiasta da internet como ferramenta para contribuir positivamente com a sua missão.

    10 respostas a "Espaço Biológico x Distância Biológica"

    • Monique

      me ajudou muito em Prótese… \m/

      • Welington

        Olá Monique! Muito obrigado pela confiança e pela mensagem. Isso faz toda a diferença para mim, pode acreditar… Fico muito feliz que tenha sido útil de alguma maneira em sua prática clínica. Não deixe de cadastrar o seu email aqui no blog para receber todas as novidades, ok? Forte abraço, Welington.

    • Sarah

      Olá, tenho prova amanhã e só fui entender sobre o assunto agora. Obrigada!

      • Welington

        Olá Sarah! Muito obrigado pelo interesse e pela mensagem. Fico feliz que tenha gostado e que tenha sido útil de alguma maneira. Forte abraço, Welington.

    • Jackeline Andrade

      Conteúdo excelente!! Contribuiu muito na disciplina de Periodontia. Obrigada!

      • Welington

        Olá Jackeline! Muito obrigado pelo interesse e pela mensagem. Fico feliz que tenha gostado e que tenha sido útil para você. Forte abraço, Welington.

    • Bruna

      Continue postando mais artigos sobre os demais assuntos.
      Consegui compreender.

      • Welington

        Olá Bruna! Muito obrigado pelo interesse e pelo feedback positivo. Fico feliz que tenha sido útil para você. Forte abraço, Welington.

    • Leille christine

      Obrigada ,foi ótimo para para completar meu estudo na faculdade .

      • Welington

        Olá Leille, fico feliz que tenha gostado. Não deixe de cadastrar seu email aqui no site para receber as novidades. Abraço, Welington.

Deixe um Comentário

Seu email não será publicado.