PUI x EasyClean: Ativação da Solução Irrigadora

IMPLICAÇÕES CLÍNICAS DA SMEAR LAYER EM ENDODONTIA

A presença de detritos aderidos às paredes do canal radicular após a instrumentação endodôntica pode contribuir para o insucesso do tratamento, uma vez que favorece a micro-infiltração através dos materiais obturadores e dificulta ou até mesmo impede o processo de sanificação.

pui x ec 1Por outro lado, a remoção desse detritos que formam a lama dentinária também denominada de smear layer, produzida durante o preparo do canal radicular, aumenta a permeabilidade dentinária, e obviamente torna mais efetivo o processo de sanificação.


Irrigação ultrassônica passiva (PUI)

pui x ec 2 A irrigação com ativação da solução irrigadora utilizando pontas ultrassônicas é uma técnica amplamente utilizada e relatada na literatura científica para complementar a limpeza dos canais radiculares após o preparo biomecânico.

Essa técnica é denominada de Irrigação Ultrassônica Passiva (PUI) e foi descrita pela primeira vez por Weller et al. (1980).

E como funciona a irrigação ultrassônica passiva (PUI)?

pui x ec 3A PUI potencializa a ação do agente químico pela sua capacidade de cavitação e movimentação que acabam resultando no deslocamento dos detritos que impediriam a ação da solução irrigadora no interior dos túbulos dentinários.

O mecanismo de ação da PUI se dá pela transmissão de energia acústica através de ondas ultrassônicas ao inserto do ultrassom que repassa essa energia e vibração à solução irrigadora fazendo com que ela induza o fluxo acústico e o efeito de cavitação sobre o irrigante. Para isso, ocorre uma intensa movimentação da solução no interior dos canais radiculares. O efeito de cavitação ocorre com a formação de bolhas na solução irrigadora, as quais implodem promovendo o aumento de temperatura e pressão, resultando em ondas de impacto contra as paredes dos canais radiculares. Assim, a solução irrigadora penetra mais facilmente nas irregularidades dos canais radiculares e promove uma maior limpeza.

Entretanto, para que ocorra a cavitação e o fluxo acústico é necessário que o dispositivo ultrassônico tenha uma potência adequada, além de um espaço mínimo livre entre as paredes do canal para que não haja interferências na ponta do inserto. Em outras palavras, se não houver espaço suficiente para a ponta do ultrassom trabalhar, ocorrendo interferências na mesma, a limpeza será prejudicada, tornando o procedimento da PUI menos eficiente.

pui x ec 5 pui x ec 6Devido às características anatômicas dos canais radiculares, a ativação ultrassônica é menos efetiva no terço apical quando comparado ao terço cervical.


Irrigação ativação reciprocante – EasyClean

Uma nova alternativa para remover os detritos do sistema de canais radiculares, principalmente no terço apical, é a agitação mecânica do irrigante utilizando instrumentos acionados a motor com movimento reciprocante.

Se tivermos em mente os mesmos objetivos da irrigação ultrassônica passiva, estes instrumentos apresentam algumas vantagens em relação aos insertos ultrassônicos, tendo em vista que não têm sua eficiência comprometida quando há contato com as paredes do canal, ou seja, com um espaço mínimo e mesmo em curvaturas a potencialização da limpeza dos canais será realizada de maneira eficiente e segura.

Nesse sentido, foi lançado no mercado a EasyClean, que é um instrumento de plástico injetado conhecido como ABS, que é a sigla para – acrilonitrila butadieno estireno –  e que foi desenvolvido para promover a limpeza das paredes dos Sistemas de Canais Radiculares através da agitação mecânica das substâncias químicas e do atrito de suas lâminas no interior do canal, principalmente no terço apical. A EasyClean tem uma ponta de 0,25mm de diâmetro e conicidade de 0,04 mm/mm com a secção transversal de uma “asa de avião”, a qual é acionada com movimentos reciprocantes, conforme descrito por Kato et al. (2016).

pui x ec 7Ela pode ser utilizada durante e depois do preparo ou somente depois do preparo.

Apesar de ser indicado o acionamento com movimentos reciprocantes, pode também ser usada com movimentos rotatórios contínuos.

PROTOCOLO DE USO PROPOSTO PELO FABRICANTE

3 x 20 segundos com NaOCl
3 x 20 segundos com EDTA trissódico a 17%
Repetir novamente com NaOCl
Lavagem final com água destilada, secar e obturar.


Kato et al. (2016) realizaram um estudo ex vivo com micrsoscopia eletrônica de varredura com o objetivo de comparar a eficácia da irrigação ultrassônica passiva (PUI) e do novo sistema de ativação utilizando movimentos reciprocantes, a EasyClean, para remover detritos das paredes do canal radicular em 6 níveis apicais pré-determinados.

Os canais mesio-vestibulares de 10 molares inferiores foram preparados até um instrumento de ponta 30 e conicidade .05. As amostras foram inseridas em frascos contendo silicone denso, e então foram clivadas longitudinalmente e 6 perfurações com aproximadamente 0,15mm de diâmetro e 0,05mm de profundidade foram feitas com uma lima tipo K número 15 em movimento oscilatório na região apical da metade vestibular em intervalos de 1 mm.

pui x ec 8As mesmas amostras foram utilizadas para preparar grupos controle sem detritos e completamente recobertos por detritos, e também os 2 grupos experimentais: com irrigação ultrassônica passiva e irrigação com ativação reciprocante.

Imagens padronizadas das perfurações foram obtidas através da microscopia eletrônica de varredura e avaliadas por 2 examinadores. A quantidade de detritos foi então classificada utilizando um sistema de pontuação em 4 categorias e a devida análise estatística foi realizada.

Os resultados mostraram que o grupo da EasyClean teve imagens similares ao grupo controle sem detritos para todos os 6 níveis examinados. O grupo da irrigação ultrassônica passiva teve resultado estatisticamente semelhante ao do grupo controle negativo para os 3 níveis mais apicais e semelhante ao grupo controle sem detritos para os 3 níveis mais cervicais.

Com isso, os autores concluíram que a ativação da solução irrigadora com a EasyClean promoveu maior remoção de detritos das regiões apicais do canal radicular quando comparada à irrigação ultrassônica passiva.


Estes resultados podem ter surpreendido muitos clínicos e pesquisadores, uma vez que o procedimento mais relatado na literatura científica até então para ativação da solução irrigadora visando a remoção de detritos era a irrigação ultrassônica passiva.

Mas é interessante abordar outro ponto que eu e você como clínicos devemos observar, além de ser mais eficiente, a EasyClean também apresenta um menor custo em relação aos insertos ultrassônicos, o que permite com muita segurança a sua ampla utilização seja por clínicos gerais ou especialistas experientes.


Referência Bibliográfica

Kato AS, Cunha RS, da Silveira Bueno CE, Pelegrine RA, Fontana CE, de Martin AS. Investigation of the Efficacy of Passive Ultrasonic Irrigation Versus Irrigation with Reciprocating Activation: An Environmental Scanning Electron Microscopic Study. J Endod. 2016;42(4):659‐663.

Se gostou, tem dúvidas, críticas ou sugestões, deixe o seu comentário abaixo! A sua opinião é muito importante para mim.

Não deixe de se inscrever no nosso blog e canal do YouTube. Em breve várias outras aulas e material para você aperfeiçoar sua prática clínica.

Sorria! Sucesso!

Forte abraço!

Welington

22 Comentários


  1. Gostaria de tirar uma dúvida técnica: qual velocidade e torque para usar easy clean no meu motor rotatório ( no caso XSmart) ?

    Responder

    1. Olá Tatiana! Muito obrigado pelo interesse e participação. A Easy Clean é um instrumento de plástico que potencializa a limpeza das paredes do sistema de canais radiculares através da agitação mecânica das soluções irrigadora. Pode ser utilizada durante e depois do preparo do canal radicular. É indicada basicamente para movimentos reciprocantes, mas também pode ser usada com movimentos rotatórios. Neste caso, pode-se utilizar a velocidade empregada para a maioria dos instrumentos rotatórios, ou seja, entre 250 rpm e 350 rpm, preferencialmente com torque baixo (até 1 N.cm). Forte abraço, WPJ.

      Responder

  2. Boa tarde.

    E na baixa rotação, devo deixar em potencia media?

    A easy clean pode ser usada para agitação de pasta de hidroxido de calcio e de cimento como as pontas ultrassonicas?

    Obrigada

    Responder

  3. Dr. wellington gostaria poderia me fornecer itens easy clean relacionados. Especializei-me em Endodontia na Cidade do México, e professor em uma universidade, os arquivos são novos e eu gostaria de realizar pesquisas clínicas e tabelas usando easy clean . Agradecendo a atenção. Lembranças Dra. Athenas Ramos

    Responder

    1. Olá Dra. Athenas! Muito obrigado pelo interesse e participação aqui no blog.
      Para adquirir produtos da Easy, acesse o site http://www.easy.odo.br
      Eles têm uma equipe de suporte pronta para lhe atender da melhor forma possível.
      Forte abraço, WPJ.

      Responder

  4. Gostei muito das dicas, artigos e conselhos postados no Blog. Muito obrigada e gde abraço
    Dra Daniela

    Responder

    1. Olá Dra. Daniela! Eu que agradeço pelo interesse e pela participação aqui no blog. Fico muito feliz que tenha gostado. Minha intenção é colaborar positivamente para a sua prática clínica. Forte abraço, WPJ.

      Responder

    1. Olá Fernanda! Muito obrigado pelo interesse e participação. Não considero a Easy Clean como uma lima, já que não prepara o canal, ou seja, não faz “limagem” do canal. A Easy Clean é um instrumento de plástico que promove limpeza das paredes dos sistemas de canais radiculares através da agitação mecânica das substâncias químicas. Este instrumento pode ser utilizado durante e depois do preparo ou somente depois do preparo do canal radicular. A Easy Clean é indicada basicamente para movimentos reciprocantes, podendo também ser usada com movimentos rotatórios. Quanto aos artigos científicos, no próprio site da Easy você encontra alguns casos clínicos e artigos publicados. Clique a seguir para ser direcionada ao site da Easy: http://www.easy.odo.br/casos-clinicosartigos/
      Forte abraço, WPJ.

      Responder

  5. Bom dia Professor!
    Gostaria de saber qual o comprimento que posso usar a Easy Clean? Posso usar no Comprimento de trabalho, além da curvatura?
    Muito obrigado!
    Maurício

    Responder

    1. Olá Mauricio! Muito obrigado pelo interesse e participação. Eu geralmente utilizo e recomendo a inserção da Easy Clean até 3mm do comprimento de trabalho. Geralmente em movimentos oscilatórios assimétricos (reciprocantes) você terá mais segurança para ultrapassar eventuais curvaturas. Forte abraço, Welington.

      Responder

    1. Olá Bruno! Muito obrigado pelo interesse e participação. Sempre que precisar de algum artigo específico, basta procurar no PubMed (https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/) colocando as palavras-chave e/ou nomes dos autores. Mas aí vai a referência do artigo que você pediu:
      Kato AS, Cunha RS, Bueno CES, Pelegrine RA, Fontana CE, de Martin AS. Investigation of the Efficacy of Passive Ultrasonic Irrigation Versus Irrigation with Reciprocating Activation: An Environmental Scanning Electron Microscopic Study. J Endodon. 2016;42(4):659–663.

      Responder

    1. Olá Luciana! Muito obrigado pelo interesse e participação. O Easy Clean foi preconizado para uso em movimento reciprocante (oscilatório assimétrico), mas também é possível de se utilizar com movimentos rotatórios. Abraço, Welington.

      Responder

  6. Olá Prof
    Gostaria de saber como obtenho mais artigos e pesquisas da easyclean para utilizar no meu tcc, pois o site está dando erro
    Se tiver como me enviar por email agradeço
    Att . Andréia

    Responder

    1. Olá Andreia. Muito obrigado pelo interesse e mensagem. Segue abaixo (já atualizei o post) com a principal referência utilizada aqui. No PubMed (https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/), utilizando as palavras-chave certas, você localiza facilmente outros artigos já publicados. Forte abraço.

      Kato AS, Cunha RS, da Silveira Bueno CE, Pelegrine RA, Fontana CE, de Martin AS. Investigation of the Efficacy of Passive Ultrasonic Irrigation Versus Irrigation with Reciprocating Activation: An Environmental Scanning Electron Microscopic Study. J Endod. 2016;42(4):659‐663. doi:10.1016/j.joen.2016.01.016

      Responder

  7. Boa tarde, professor!
    Onde posso encontrar as referências bibliográficas?
    Abração e parabéns pelo conteúdo!|
    João

    Responder

    1. Olá João. Atualizei o post colocando a referência no final. De qualquer maneira, deixarei aqui no comentário também. Espero ter ajudado. Abraço.

      Kato AS, Cunha RS, da Silveira Bueno CE, Pelegrine RA, Fontana CE, de Martin AS. Investigation of the Efficacy of Passive Ultrasonic Irrigation Versus Irrigation with Reciprocating Activation: An Environmental Scanning Electron Microscopic Study. J Endod. 2016;42(4):659‐663. doi:10.1016/j.joen.2016.01.016

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *